O maior encontro de estudantes de design em Portugal, regressa à casa onde nasceu, desta vez sob o tema “Do Ensino à Prática”.

12715957_1315509031799862_1267754600235001208_o


Terminava o mês de Março de 2012, quando a primeira edição do ENED (Encontro Nacional de Estudantes de Design) arrancava em Coimbra, lançando ao público estudantil o desafio de, durante 3 dias, de tudo um pouco falar e aprender, no que toca às áreas de design. Passados 4 anos, de pois do ponto de partida, o encontro já passou pelo Porto, Castelo Branco, Aveiro e regressa assim a casa onde, mais uma vez, pretende levar os jovens futuros designers de Portugal, a mais um encontro com alguns dias de formação intensiva, conhecimento e diversão, bem no centro da cidade do conhecimento.

“Com mais de 1000 participantes desde a sua primeira edição o ENED é já um evento a não perder para muitos dos estudantes das mais de 40 instituições de ensino e mais de 50 cursos de Design em Portugal.”

Este ano o evento conta com o tema “Do Ensino à Prática”, inspirado no livro I used to be a design student, de Frank Phillippin e Billy Kiosoglou (também eles oradores nesta edição) e é sobre esse mesmo tema que todos os oradores e workshops incidirão, permitindo assim aos participantes receber as dicas e ferramentas necessárias ao processo pelo qual muitos passarão num futuro próximo. Numa tentativa de aproximação a este tema o evento, que decorrerá entre os dia 18 e 22 de Março, terá lugar em vários dos espaços mais criativos da Alta e Sofia de Coimbra, Património Mundial da Humanidade, permitindo aos participantes interagir com futuros profissionais assim como com a cidade e absorver a sua cultura.

O programa estará dividido em 5 formatos, desde a mais típica Palestra ou Masterclass à vertente mais prática da formação, os Workshops, tendo ainda lugar para algumas Conversas informais com os oradores e Painéis de oradores para que possa haver uma discussão aberta dos temas por todas as partes.

Com 29 oradores confirmados e mais ainda a anunciar, o ENED 2016 chega-nos com várias propostas que vão desde o trabalho na área de Tipografia, ao Storytelling, tema que recentemente tem sido destaque em varias áreas de trabalho criativo, ou da fotografia de Produto e Moda até a uma conversa sobre como funciona uma agência criativa. Porém, de todos os momentos de formação, apraz-nos evidenciar um conjunto de 5 oradores que, pelo seu reconhecimento e trabalho, terão com certeza muito a ensinar aos futuros profissionais da área.


jorgesilva

Nascido em 1958, em Lisboa, é designer de comunicação e dedicou-se essencialmente ao design editorial e à direção de arte de publicações. Foi desde então director de arte de jornais como Combate ou O Independente, trabalhos que lhe valeram dezenas de prémios da SND americana, e trabalhou em suplementos para o Público, Y e Mil Folhas.

Dirigiu várias revistas, como a 20 Anos, Ícon, LER e a LX Metrópole, da Parque Expo sendo que esta última originou, em 2001, a criação do ateliê silvadesigners, que se tem dedicado ao branding cultural, sobretudo relacionado com a vida cultural lisboeta.

fernandobrizio

Licenciado em Design pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, cidade onde vive e trabalha tem no seu trabalho desafiado, por vezes de modo autónomo da encomenda, as fronteiras disciplinares.

Tem desenvolvido objectos produzidos industrialmente bem como séries limitadas, a par de exposições, cenários e espaços interiores para empresas e entidades como, Droog (NL), Experimentadesign (PT), Cor Unum (NL), Nike (PT), Authentics (DE), Fábrica Rafael Bordallo Pinheiro (PT), ModaLisboa (PT), Il Coccio (IT), Established & Sons (UK), Coreógrafo Rui Horta (PT), , Museu de Serralves (PT), Cristina Guerra Contemporary Art (PT) e Galerie Kreo (FR) entre outras.

Ao mesmo tempo que terminava o estágio de admissão na Ordem dos Arquitectos fundou o Thefrenchfries, um blog online de moda e lifestyle que, em apenas dois anos, se afirmou como o blog português mais internacional.

Nesse espaço de temopo já trabalhou com gigantes internacionais como a Montblanc, IKEA, Vestiaire Collective, Calzedonia, Tous, Trivago, e Pantene, tendo fundado também a sua marca de sapatos e acessórios, Alameda Turquesa, está a afirmar-se no panorama nacional e internacional como uma das grandes revelações da época.

adrianoesteves

Designer autodidata de 42 anos, estudou Engenharia Química na Universidade de Coimbra e faz design há 20 anos. Fundou o seu primeiro estúdio de design, XML.pt, em 1999 o qual foi adquirido em 2002 por uma empresa de referência da área. Em 2005 sai da empresa para fundar a Bürocratik, onde assume desde então a direcção criativa e onde colecionou mais de uma centena de referências e prémios internacionais e nacionais.

Adriano Esteves, é um empresário acidental, obcecado por música, considera-se como um Brand Engineer com especial interesse por tipografia e correção de cor.

achos

Conhecidos por um simulacro de roubo ao estúdio Sagmeister&Walsh, os Achos são um atelier de comunicação multi-disciplinar que se destaca, entre outras características, por um sentido de humor apurado. Sendo uma das principais promessas na área da comunicação digital, apresentam-se:

“We are achos! An interactive design and communication agency based in Barcelona, a creative lab that escapes routine, dedicating more time to experimenting and investigating each project.”

Relembramos, e em jeito de conclusão, que o evento vai ter lugar em diversos espaços ao longo do eixo da rua Sá da Bandeira e que as inscrições estão abertas até dia 5 de Março.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!