Texto: Bruno Figueiredo

Em Janeiro, o australiano passa por Guimarães e Barcelos em estreia nacional.

multiple


Australiano, filho de pastores, no sentido mais religioso da profissão, Steve Smyth cresceu a viajar dentro da Australia enquanto a sua família construía igrejas do nada e no meio da muita música que ia acontecendo à sua volta. Na adolescência conhece o trabalho dos artistas que o iriam inspirar, entre eles Leadbelly, Carol King, Radiohead, Tim Buckley e no topo da sua lista, Bob Dylan, o seu “irmão de sonho trovador” se traduzir-mos à letra.

Na sua música o cantor e compositor considera a intemporalidade, sua principal virtude, contando com uma voz embebida em bourbon com texturas doces permite a tentação de comparar Steve Smyth com alguns dos grandes vocalistas das últimas décadas.

Em  Portugal chega-nos, em estreia, com duas datas que não vão querer perder, sendo que a primeira será em Guimarães, no Bar da Ramada e em Barcelos, no CCOB, nos dia 13 e 14 de Janeiro, respectivamente, a cabo do evento “O capitão convida”, pela mão do músico vimaranense Captain Boy.

“Poder estrear este artista em Portugal com dois concertos intimistas é um privilégio que ficará imortalizado na memória do público e da organização.” – Pedro Ribeiro, Captain Boy

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.