Texto: Bruno Figueiredo | Fotografia: Bruno Figueiredo

C4 Pedro, Agir & The Fucking Bastards a preencher a primeira noite no Parque da Canção.


Mais uma ano, mais uma semana de noites do parque, desta vez sob a ameaça de chuva. Ameaça essa que não deteve os resolutos estudantes de regressar ao recinto da Queima das Fitas Coimbra, para a primeira de 8 noites de festa.

A noite começou então com actuação da Tuna Feminina de Medicina da Universidade de Coimbra em todo o seu esplendor. Festejando 4 anos sobre o palco da Queima das Fitas e percorrendo, animadas, o palco de pandeireta na mão e celebrando ainda despedidas das finalistas que não mais as poderão acompanhar nesta jornada.

Já pelo Palco RUC, Herr Doktor começou cedo com o seu DJ Set, abrindo as hostes para College & Maethelvin. Os franceses, originários de Nantes trouxeram assim a sua música ao palco secundário da maior festa estudantil, inaugurando o mesmo em ano de 30º aniversário da Rádio Universidade Coimbra.

IMG_6729


Foi então que palco Fórum Coimbra recebeu o primeiro grande nome da noite, C4Pedro.

O músico responsável por temas como “Bo Tem Mel”, música que partilha com Nelson Freitas, ou “Vamos Ficar Por Aqui”, fez o recinto dar pela primeira vez sinais de que nem as nuvens paravam a festa. Tema atrás de tema o público cantava em coro com C4Pedro o repertório do músico Angolano sem nunca sair do tom.

Mas a noite não acabou e o palco foi então tomado por Agir.

Num espectáculo enérgico, o músico levou o público do Parque da Canção ao rubro. Correndo o palco de uma ponta à outra mais vezes que pudemos contar, Agir usava a força da multidão para alimentar a sua energia. Temas como “One Night Stand”, “Parte-me o Pescoço” ou “Ela Só Quer” foram sendo entoados em coro pela multidão que dançava lado a lado com o artista, numa sincronia que se fazia notar à distância.


IMG_6803

Palco RUC recebia então em simultâneo os portugueses Niagara e a sua sonoridade electrónica, numa altura em que, com um público mais composto, o palco secundário da Queima das Fitas era o local ideal para terminar a noite.

Não acabamos, claro, sem regressar ao palco Fórum Coimbra, onde a Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra embalou o público nas últimas horas no recinto com os temas de sempre.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.