Texto: João Craveiro & Bruno Figueiredo | Fotografia:  Joana Mairos & Carina Leitão

O quarto dia de festa foi também o definitivo para o Palco RUC, mas nada ficou ao acaso no dia definitivo do hip-hop na festa estudantil.

IMG_5806


Depois de uma noite de recuperação pós-cortejo, eis que chegamos ao 4º dia de Queima das Fitas Coimbra e, com ele, o último dia do tão adorado palco RUC. Uma despedida em grande, em noite de muito hip-hop em ambos os palcos, e com ambiente de festa que contou com concertos do rapper português Keso e e do americano Cakes da Killa e ainda com os DJs RUC Fábio Nóbrega e Nitronious, para além das presenças de Piruka e Mundo Segundo com Sam The Kid no Palco principal.

Para nós a noite começou com o DJ RUC Fábio Nóbrega que ia passando música para as poucas pessoas que já se encontravam dentro do parque e que decidiam passar pelo palco dos fundos. Poderia estar à espera do público, mas a música não espera por ninguém, e assim arrancou da melhor maneira a noite no recinto.

Foi então que nos viramos para o Palco Fórum Coimbra onde Piruka deveria começar. Dizemos deveria pois, no lugar do rapper esperava-nos uma introdução por um DJ convidado do mesmo, mas não passou muito tempo até o músico começar a percorrer o palco, debitando rimas a uma multidão crescente que se juntava ali para a festa.

Seguiram-se então as lendas do Hip-Hop nacional, Mundo Segundo & Sam The Kid. Num concerto em que nada ficou ao acaso e que, como sempre, o público vibrou ao ritmo dos versos e batidas da dupla, acompanhados de DJ Glue, correndo um repertório de best ofs que todos na audiência puderam lembrar e cantar em conjunto.

Do outro lado do recinto, o concerto de Keso começou para um palco secundário ainda um pouco vazio. À medida que o concerto decorria curiosos iam-se juntando para ouvir as histórias do Original Marginal e música após música o palco foi enchendo. No fim houve direito a um encore em que Keso repetiu algumas das suas músicas mais populares.

Chegou então a altura do cabeça de cartaz da noite, e o rapper queer norte-americano Cakes da Killa entrou em palco com um estrondo. Após apenas uma música em palco, o artista pediu mais entusiasmo aos ouvintes e foi para o meio da multidão cantar as suas músicas. O público reagiu com entusiasmo e cantou e saltou com o rapper. Foi um concerto super divertido em que a componente musical e a expressividade do artista se complementaram da melhor maneira.

Depois do concerto bombástico de Cakes, quem estava no palco RUC queria mais e o escolhido para fechar a edição deste ano foi Nitronious. Membro do colectivo do porto Monster Jinx, é também já um conhecido de Coimbra. Um set que pôs toda a gente a saltar e a dançar até o parque fechar, até Cakes da Killa se divertia na primeira fila com os fãs. Uma noite que terminou em grande com um ponto final dado ao som do tema Humble de Kendrick Lamar.

Apesar de tudo as noites no parque continuariam durante a semana, mas o palco RUC, esse voltará para o ano com mais uma edição.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!