Texto e Fotografia: Ana Cláudia Silva – Caminhos de Ser Feliz

O seu corpo move-se aos ritmos criados, ora por sintetizadores, ora pelo som do trompete. E assim, Alex Cameron, arrebatou os corações daqueles que encheram o Café Au Lait, no Porto, no passado dia 20 de Outubro.

img009-3


“Jumping The Shark” é o título do seu primeiro trabalho, editado num formato que julgávamos desaparecido – a cassete. O próprio Alex Cameron confiou no público e distribuiu um exemplar para que todos a vissem. Sim, uma cassete real, e foram essas oito canções que o próprio, acompanhado por Roy – o seu trompetista e amigo de ‘negócios’ e por um iPad programado com as melodias – cantou e encantou tudo e todos.

No fim, houve tempo para aprender a dizer a palavra saudade e, para terminar em beleza, cantou o clássico «Tie A Yellow Ribbon Round The Ole Oak Tree», imortalizado por nomes como Ray Conniff ou Frank Sinatra, como se estivéssemos numa sessão de karaoke. Se o nosso cérebro pede mais, o nosso coração quer mais. Aguardamos o seu regresso cheio de emoção.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!