Texto: Bruno Figueiredo

A 17 de Dezembro, a organização cultural portuense, deixa os cães de loiça mais coloridos “sair à rua, dentro de casa”.

15271820_1176342082414068_6926611181242459200_o


Quem nunca chegou à casa do avô, ou da avó, e se deparou com um daqueles tão afamados Cães de Loiça? Pois bem, agora a história é outra, pelo menos do ponto de vista da Circus Network.

A agência do Porto juntou 11 artistas para uma exposição coletiva de Natal, onde a premissa consiste: “numa intervenção criativa na tentativa de reanimação de um objeto que atualmente se encontra descontextualizado no que toca a decoração de interiores no nosso país e que é comummente associado à geração dos nossos avós,” – como quem diz, vamos re-inventar o cão de loiça.

Os artistas convidados são Ana Seixas, André da Loba, Andy Calabozo, Caver, Daniel Eime, Elleonor, Joana Estrela, MaisMenos, Mots, Oker + Contra.

Assim, a 17 de Dezembro, pelas 16h00, serão apresentadas 10 obras (distribuídas por três raças de cães), todas elas trabalhadas livremente pelos artistas, e tem um intuito muito especial, a comercialização das peças antes do Natal e doar uma percentagem do valor final de vendas a uma entidade de apoio animal. Assim, a entidade escolhida foi a Associação Midas, localizada em Matosinhos, por ser uma instituição de impacto no panorama nacional relativamente à sua área de atuação e por geograficamente possuir uma localização acessível para concretização da ação.


Para os mais desinformados, a Circus Network é uma organização cultural sediada no Porto, criada em 2012 pela Ana Muska e pelo André Carvalho, com o objetivo de promover e divulgar a arte portuguesa, sendo simultaneamente organizador de eventos e agência de criativos de diversas áreas, no sentido de captar o interesse de empresas e marcas em relação a artistas nacionais.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!