Texto: Rita Perdiz | Fotografia: Pedro Matos

É difícil, é muito difícil resistir à tentação de ficar colado ao sofá e à televisão num sábado de chuva pela tarde. Mas isso, é só chato.


No passado sábado, dia 12 de Novembro, o Aqui Base Tango ecoou um pouco daquilo que se vai passar no BLACK BASS – Évora Fest nos dias 17, 18 e 19 de Novembro. Por Évora, vão passar mais de 15 projetos musicais, incluindo alguns espanhóis, que vão desde o psych ao rock e Eetre eles podemos encontrar nomes como The Black Wizards, Quelle Dead Gazelle, Alek Rein ou Astrodome.

Por cá, quem fez frente à chuva, pode ouvir Toulouse, Dreamweapon e Sunflowers, naquela que foi a 5º edição do Warm-Up BLACK BASS – Évora Fest 2016.

Estreando-se por palcos conimbricences os Toulouse, quarteto de Guimarães composto por João Silvestre (Voz, Baixo), Rui Pacheco (Guitarra), Nuno Duarte (Guitarra, Synths) e Francisco Naylor (Bateria), foram os primeiros a actuar, introduzindo na tarde um smooth punk, bastante certinho e muito, muito de tirar o pé do chão.  Agradecendo ao público que os acompanhava, apresentaram o primeiro álbum enquanto banda, a quem deram o nome “Yuhng”.

“Estes putos malham” ouvia-se do público que dançava ao som da última música.

Não foi preciso esperar muito para ouvir os Dreamweapon, uma banda do norte composta por André Couto, Edgar Moreira e João Campos Costa. Num registo mais psych conjugado com o rock, os Dreamweapon ofereceram um momento de qualidade musical de quem anda neste mundo há muito tempo. Tratou-se de uma ocasião musical de introspecção e meditação, e uma poesia ditada por uma voz “à Ian Curtis”.

Por último, mas não menos importante, prontíssimos para deitar o Aqui Base Tango abaixo, estavam Carolina Brandão (Bateria) e Carlos de Jesus (Guitarra, Voz), dois girassóis que por aqui já tinham passado há um ano atrás, na 4º edição do Warm-Up BLACK BASS – Évora Fest, também no Aqui Base Tango.

É impossível ouvir The Sunflowers, sem dançar, o corpo pede-o, é imperativo obedecer!

Como sempre, deram tudo o que tinham (e o que não tinham), tocando ora músicas de registo conhecido, ora outras novinhas em folha presentes no novo álbum da banda “The Intergalactic Guide To Find The Red Cowboy”.

Pela noitinha a dentro, as portas do Aqui Base Tango continuaram abertas para quem quisesse dar o salto ao som de KEYSER SOZE, Djset.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.