“Masala” reúne oito novas peças de Jibóia, gravadas em colaboração com Ricardo Martins e o primeiro single, “Ankara”, já está disponível para audição.

8 Fevereiro é assim a data marcada para o regresso de Jibóia com o seu segundo longa-duração, “Masala”.

Masala_600px
Design e direcção de arte por Margarida Borges || Foto © Luís Martins

Esta “Masala” cozinhada por Jibóia é resultado de influências, sabores e aromas adquiridos de ritmos e geografias diferentes, de “São Paulo” ao “Dubai”, com paragens em “Ankara”, “Marrakesh”, “Luanda”, “Oslo” e, claro “Lisboa” e “London”, a par do confronto do orgânico da bateria de Ricardo Martins com a maquinaria, agora séria e envolta em misticismo e negrume, da serpente.

“Masala” foi produzido por Jonathan Saldanha nos Estúdios Sá da Bandeira e afirma-se como o álbum mais robusto e desenvolto de JIBÓIA, um tento que concretiza as suas influências mais diversas em oito faixas implacáveis.

 


 


 

O novo álbum determina o regresso à estrada, que já tem paragens marcadas em Lisboa, Porto e Coimbra.
Na capital a data marcada é a 12 de Fevereiro, na Galeria Zé dos Bois, e terá uma primeira parte a cargo Torto e do seu recem-lançado disco, “Escabroso“. A 13 de Fevereiro deslocar-se-a até á Invicta para actuar no Teatro Municipal Rivoli, ao abrigo da mensalidade Understage e por fim, e já a 12 de Março, actuará na antiga esquadra conimbricence, o Aqui Base Tango, com a primeira parte dos Vaginas Convulsivas. Mais datas de apresentação serão em breve anunciadas.

 

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.