Texto: Diogo Miguel | Fotografia: João Duarte

Na passada quinta-feira, dia 24 de Março, foram abertas as celebrações pascais no Salão Brazil com Lucifer’s Ensemble e  BØDE , numa edição de concertos da Occult Club.

O concerto inicial desta noite foi com BØDE,  enquanto a sala se ia compondo de público. Trata-se de um projecto de doom nascido em Coimbra, composto apenas por vários samples, instrumentos virtuais e um guitarrista, auto intitulado de Bode Rice.
Passada a afinação da guitarra e o arranjo de todo o seu material, apresentou-se, para de seguida se passar à acção como se queria.

O público reagiu de imediato face à sonoridade do músico de uma só banda, abanando a cabeça enquanto os seus samples e instrumentos virtuais criavam uma ambiência sombria. E logo não tardou até se juntar a guitarra à festa, bem pesado como se quer, resultando numa atmosfera pesada e sombria durante a próxima hora, como se fosse uma chegada às trevas.


A banda que se seguiu foi então os Lucifer’s Ensemble, um projecto musical baseado numa peça de teatro de 2014 chamada “Presença”. O projecto é formado por Gil Mac (voz), Cláudio Vidal (guitarra) e Tiago Ângelo (electrónica). Este projecto musical provoca uma experiência bastante intensa, pois cruza música e teatro, ao mesmo tempo.

Logo após o início da banda, a perplexidade instalou-se em muitas pessoas, com o público apreciando desde a performance obscura dos membros integrantes da banda, numa teatralidade quase parecendo possuídos à sua sonoridade em geral, muitas vezes com os próprios músicos a deslocarem-se até ao meio da multidão, com as suas pinturas faciais, fitando cada pessoa por que passavam, como se todos fizessem parte daquela encenação soturna.

Conseguia sentir-se a intimidação no ar.

A junção deste tipo de música e a performance dos membros tornou-se contagiante e de que maneira, espalhando-se pela sala toda com grande rapidez, com o público fixado em todo a complexidade do projecto desfrutando todo o concerto até ao fim.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.