Texto: Ana Cláudia Silva | Fotografia: Ana Cláudia Silva

Entre a A4, o túnel do Marão e as vistas maravilhosas entre a Serra do Marão e a Serra do Alvão, o coração acelera cada vez que ainda penso nestes dois dias vividos no Parque Congo, em Vila Real.

Foi a terceira vez que visitei a cidade e a primeira vez que fui ao festival Rock Nordeste. A organização prometeu que seria a melhor edição de sempre… e lá fui para confirmar – e cumpriram com o prometido.

O cartaz era bastante apelativo e as expectativas para com algumas bandas eram muito elevadas! Voltei a perder-me de amores por Orelha Negra (os quais só tinha visto há uns anos, no CCB), a sonhar ao som Best Youth, a elevar o espírito com PAUS e a emocionar-me com Sean Riley And The Slowriders que deram o concerto mais lindo!

E valeu por tudo: pela aventura de fazer alguns quilómetros de viagem, pelos abraços aos novos amigos, pela loucura de fotografar concertos em analógico…
À organização – por conseguir fazer com que tudo o que vivi superasse qualquer expectativa e por ter demonstrado um trabalho excepcional  – um abraço gigante e um até já!

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!