Texto: Elizabeth Gomes | Fotografia: Eduardo Gonçalves

O Festival (In)Comum é nada mais que uma colecção de momentos que rechearam a baixa de Coimbra de vozes delicadas, agradáveis melodias, e acima de tudo, aprazíveis ambientes.


Durante todo o festival, fez-se ouvir as vozes dos artistas Momo, Madalena Palmeirim, Time for T, Cassete Pirata e Filipe Sambado. Artistas que portam suas histórias e vivências e as inspiram através da música, artistas humildes e aconchegadores que colocaram de parte os holofotes e grandes salas de concertos e optaram por uma maior proximidade ao público. Desde lojas de roupa a hotéis, no chão ou de pé, estes artistas transportaram-nos para um mundo onde não existem confusões nem discriminações, onde tudo o que importa é o bem estar e a partilha entre todos.

As memórias, essas, só nos cabem a nó guardar com carinho. Mas aquilo que vimos fica para vocês por aqui, com a expectativa de que um dia, possam ser “incomuns” como nós fomos.

Fala connosco, dá-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.